Performance Empresarial

12 ferramentas para planejamento estratégico empresarial fáceis de usar

Quando o assunto é Planejamento Estratégico Empresarial, solução é que não falta. “Sábios” e “gurus” também.

Porém nem todos os sábios e gurus, um dia já estiveram no papel de dono da empresa, ou muito menos começaram de baixo: pimenta nos olhos dos outros é refresco já dizia o velho sábio.

O micro e pequeno empresário com tantos desafios diários muitas vezes não tem tempo ou mesmo não acredita que o Planejamento Estratégico Empresarial possa fazer sentido para o seu negócio; afinal sempre funcionou assim não é mesmo?

Não! O que possivelmente aconteceu foi que este empresário percebeu como resolver a dor de alguém que um dia pagou por isso e que por fim se tornou um negócio e cresceu de uma forma ou de outra.

Junto com o crescimento (ou falta dele) recebeu um “upgrade” de desafios como: gestão de pessoas, desenvolvimento de novos produtos, atendimento e satisfação do cliente, gestão de estoque, análise da concorrência, marketing, além é claro, de ter que se lembrar de vez em quando, que também é um ser humano suscetível a erros e acertos e que muitas vezes tem uma família esperando quando chegar em casa.

As empresas que não tem metas e foco baseado em planejamento estratégico passam em sua grande maioria por 4 estágios.

São eles:

Estágio da Introdução:

Aqui é quando a empresa é aberta, o negócio e os produtos acabam de ser lançados.

É considerada a primeira fase no ciclo de vida da empresa.

Esta fase é uma delícia pois qualquer desafio é vencido tamanho o desejo de transformar aquele “sonho” em realidade.

Estágio do crescimento:

Neste estágio a marca já começa a adquirir conhecimento no mercado, seus produtos satisfazem determinadas necessidades, e os consumidores ávidos em ter suas dores solucionadas compram o seu produto ou serviço e ainda recomendam para outros potenciais clientes.

É uma maravilha.

Estágio de maturidade:

Aqui a empresa já consolidada vê seu negócio crescer e sem muito esforço e não percebe que o produto ou serviço já está se tornando obsoleto ou desatualizado.

A competição se torna mais acirrada, novas possibilidades surgem no mercado, mas o empresário não percebe o que está por vir.

Estágio do declínio:

A empresa mentalmente ainda vive nos bons momentos obtidos no estágio de crescimento e procura definir e tomar decisões baseadas naquilo que um dia deu certo mas que talvez não faça mais sentido.

Ou acaba entrando em círculo de apenas olhar para dentro dando mais valor a problemas internos como a gestão de funcionários, relacionamento, redução de custos, burocracia, deixando para um segundo plano o foco no cliente e em ações e metas que visam o crescimento sustentável do negócio.

A partir daqui as vendas começam a cair e só com muita oração e planejamento estratégico empresarial talvez as coisas possam mudar. 

 

 

“Planejamento Estratégico Empresarial é preparar e estruturar um plano para atingir metas, cujo objetivo é defender o seu negócio de eventuais ameaças internas e externas e chegar em condições vantajosas frente ao inimigo (condições de mercado, pontos fracos da empresa, concorrência dentre outros), procurando obter uma condição de superioridade.”

Rogério D. Oliveira

Já afirmando que planejamento estratégico empresarial  é muito importante, aqui vão algumas ferramentas que podem ajudá-lo nessa incrível viagem para fazer a sua empresa permanecer sempre (ou pelo menos) na maioria do tempo no estágio do crescimento.

1. Canvas Modelo de Negócio:

O Canvas Modelo de Negócio permite esboçar e desenvolver modelos de negócios novos ou existentes para que qualquer um consiga compreender a sua empresa e assim dar  ideias de forma simples e prática.

2. Mapa de Empatia:

O Mapa de Empatia ajuda a compreender o seu público e desenhar o perfil do seu cliente ideal tendo como base os sentimentos dele. 

É muito importante entender que nem todo mundo deve ser seu cliente.

3. Matriz Swot:

A Matriz Swot ajuda a realizar uma análise aprofundada e detalhada de um cenário macro para que se possam tomar as melhores decisões.

4. Análise Pestel:

Fatores econômicos, políticos, sociais, tecnológicos podem influenciar a vida de qualquer negócio. Esta ferramenta ajuda a trazer uma visão mais aprofundada a respeito das ameaças e oportunidades em relação ao negócio.

5. Missão, visão e valores:

A missão, visão e valores da empresa ajudam a direcionar todas as decisões tomadas pelos gestores no dia a dia. Desenvolvida e aplicada corretamente evita muita reunião ou decisão desnecessária.

6. Matriz BCG:

A Matriz BCG analisa seus produtos e serviços, determinando que ações tomar com relação a cada produto ou unidade de negócios.

7. Forças de Porter:

Esta ferramenta ajuda a analisar e avaliar o meio ambiente externo no qual a organização está inserida para que se tome as decisões que possam gerar mais lucratividade para o negócio.

8. BSC:

O Balanced Score Card (BSC) revela indicadores equilibrados de desempenho, ajudando o empresário a ter uma visão geral sistêmica  e organizada do negócio.

9. OKR:

Objectives and Key Results (Objetivos e Resultados Chave) ajuda no planejamento estratégico das metas coletivas e individuais, o que facilita a gestão de pessoas e equipes.

10. Coaching:

O Coaching é um processo sistemático (organizado) que tem como objetivo ajudar pessoas, gestores, equipes, empresários e empresas a atingirem seus objetivos através da criação de metas reais, elaboração de planejamentos consistentes e execução através do acompanhamento periódico evitando assim:

  • Falta de foco.
  • Problemas de relacionamento.
  • Desengajamento da equipe.
  • Limitações.

Diferente das outras ferramentas que são potencialmente mais analíticas, o coaching faz com que o participante tenha uma visão ampliada da onde se está e para onde se quer ir, respeitando valores e crenças e deve ser utilizada junto com as demais ferramentas quando:

  • Há dificuldades na gestão do tempo ou tomada de decisões.
  • Há conflitos pessoais ou de equipes.
  • Há risco de começar e não terminar.
  • Existe possibilidade do planejamento ficar apenas no papel.

11. Mentoria:

A mentoria fornece conhecimento e troca de ideias  entre o mentor (profissional especializado) e mentorado (cliente) estimulando o desenvolvimento pessoal, profissional e empresarial com foco em um objetivo específico

O mentor deve possuir experiência significativa no tema e esta experiência é transferida ao mentorado para que ele possa não só usá-la como adaptá-la a sua realidade, evitando assim possíveis erros que o mentor já eventualmente tenha passado.

12. Scrum:

Muitos projetos são afetados diariamente pela falta ou excesso de planejamento que muitas vezes não chega a lugar nenhum ou fica engavetado em algum lugar, o que impacta nos custos, tempo e a qualidade do objetivo.

O scrum é talvez a ferramenta mais usada dentre as ferramentas disponíveis nas metodologias ágeis e é usado para gerenciar projetos de forma prática, com objetivo de entregar resultados de forma mais rápida e perceptível.

A MegaPlay Coaching ajuda gestores, empresários e empresas com o seu Planejamento Estratégico Empresarial através do coaching, mentoria, scrum e aplicação das mais diversas ferramentas como o BSC, o OKR, Análise Pestel, Canvas, BCG, Porter, e outras com foco no atingimento de metas que possam fazer as empresas alcançarem resultados positivos em seus negócios, respeitando sempre a confidencialidade, o respeito a moral e ao ser humano.

Saiba mais. Vamos continuar conversando pelo chat clicando aqui.

Aperte o PLAY e movimente-se para o caminho que você quer. Assista!

Aproveite para conhecer mais sobre o Programa de Mentoria Planejamento Estratégico 5.0 e agendar uma avaliação dos pontos fortes, fracos, ameaças e oportunidades do seu negócio sem compromisso clicando no botão abaixo:

 

Tagged , , , , , , , ,

About Rogério Oliveira

Coach Executivo e de Vida Internacional certificado pela Illuminata/ICC (International Coaching Community). Practitioner em PNL Sistêmica certificado pela Illuminata/Lambent do Brasil. Sócio-diretor da Megaplay Coaching. Empreteco (SEBRAE/SP) e empresário, atuando há mais de 20 anos como empresário, gestor e líder.
View all posts by Rogério Oliveira →