Carreira, Performance

5 erros que os líderes cometem ao aplicar Feedback

Aplicar feedback é uma estratégia importante para melhorar o desempenho da equipe. Entretanto, essa nem sempre é uma tarefa fácil. Alguns gestores desconhecem as boas práticas ao avaliar os funcionários e acabam perdendo uma excelente oportunidade de aprimorar o seu potencial e motivá-los.

O feedback funciona para informar o profissional sobre o comportamento dele, atitudes e desempenho no trabalho, além de indicar sugestões para melhorias. Entretanto, se isso não for feito de maneira correta, pode constranger e desmotivar quem o recebe.

Você sabe como aplicar feedback? Veja os principais erros que os líderes cometem durante esse processo e saiba como evitar essa situação na sua empresa.

1. Aplicar feedback em local inapropriado

O feedback pode ser aplicado de diferentes formas, em reuniões, conversas informais ou com ferramentas virtuais. No entanto, alguns gestores acabam deslizando nesse quesito e criticam o funcionário na frente de outras pessoas. Dependendo do tom da conversa, isso pode constranger o profissional e afetar toda a equipe.

Alguns líderes utilizam reuniões de grupo para fazer avaliações positivas e negativas com todo o time. Contudo, é recomendado avaliar o contexto e o perfil dos colaboradores.

Você não precisa fazer uma reunião formal toda a vez que for aplicar um feedback, afinal, esses conselhos podem ser dados no dia a dia do trabalho – entretanto, procure fazer isso de forma reservada.

2. Se deixar levar por impressões

Você, provavelmente, deve conhecer um ditado que diz “a primeira impressão é a que fica”, não é mesmo? Muitas pessoas são influenciadas por impressões positivas ou negativas de determinado indivíduo sem ter dados concretos para isso.

Contudo, no momento de aplicar o feedback, é necessário deixar essas impressões de lado e analisar o cenário de forma ampla. Considere os pontos fortes e fracos do funcionário, o desempenho dele nos últimos meses, entre outros fatores, antes de formar a sua opinião.

3. Focar o feedback apenas nos pontos negativos

O feedback é uma ferramenta importante para a gestão de pessoas, contribuindo com o desenvolvimento e o desempenho dos profissionais. Mas, para alcançar esses resultados, é fundamental aplicá-lo de forma adequada.

Ao conversar com um funcionário sobre uma queda no desempenho ou pontos negativos do trabalho, não foque apenas nesses fatores, utilize o momento para indicar ações de melhorias como um curso, treinamento específico, dicas para gestão de tempo, entre outras estratégias.

4. Não valorizar os feedbacks positivos

Além de interferir no desempenho da equipe, o feedback ainda contribui com a motivação dos profissionais. Afinal, quem não gosta de ser reconhecido pelo trabalho, não é mesmo?

Algumas pessoas acreditam que os feedbacks só devem ser aplicados em situações que necessitam de melhorias. Entretanto, o comentário positivo também tem grande valor e pode ser utilizado regularmente. Dessa forma, o líder demonstra que acompanha e valoriza o trabalho da equipe.

5. Não realizar feedback contínuos

Para alcançar bons resultados, o feedback deve fazer parte da cultura da empresa.

Alguns gestores estipulam avaliações de desempenho semestrais ou anuais e não fornecem outros feedbacks no decorrer do ano.

A ferramenta contribui com o desenvolvimento dos profissionais e pode ser aplicada de forma constante, acompanhando a evolução do colaborador. Não é necessário fazer reuniões para avaliações de comportamento, é possível aplicar feedback sempre que julgar relevante, seja para um elogio, ou para uma sugestão de melhoria. Dessa forma, o líder demonstra que se preocupa com o crescimento do funcionário.

O líder deve aplicar feedback de maneira adequada. Quando utilizada corretamente, a ferramenta contribui para o desempenho da equipe e pode trazer bons resultados para o negócio.

E você, quer aprimorar a sua atuação como líder? O Coaching é útil para isso! Entre em contato e conheça os nossos treinamentos!

Tagged , , ,

About Rogério Oliveira

Coach Executivo e de Vida Internacional certificado pela Illuminata/ICC (International Coaching Community). Practitioner em PNL Sistêmica certificado pela Illuminata/Lambent do Brasil. Sócio-diretor da Megaplay Coaching. Empreteco (SEBRAE/SP) e empresário, atuando há mais de 20 anos como empresário, gestor e líder.
View all posts by Rogério Oliveira →