Carreira - Trabalho - Emprego, Performance Profissional

Existe uma idade limite para mudar de profissão?

O descontentamento com a vida profissional é uma situação bastante comum, e quem tem uma carreira estabelecida em anos de trabalho encontra dificuldades para mudar de profissão.

Contudo, a idade não deve ser um empecilho para quem deseja fazer uma transição de carreira. Há pessoas que realizam essa mudança com 30, 40, 50 anos ou mais. O ponto importante é que, antes de tomar essa decisão, é preciso fazer uma reflexão profunda e estabelecer um planejamento para isso.

Quer entender melhor o assunto? Continue a leitura e saiba mais!

Até qual idade é recomendado mudar de profissão?

Não existe uma idade limite para mudar de profissão, podendo acontecer em qualquer etapa de sua vida. Um exemplo disso é a história de Taikichiro Mori, que foi dono de uma construtora japonesa e considerado um dos homens mais ricos do mundo pela revista Forbes. No entanto, ele só ingressou nessa área aos 55 anos – antes disso, era professor universitário.

A insatisfação com a profissão é uma situação comum. Uma pesquisa realizada pela Isma Brasil, que analisa o estresse no trabalho, mostrou que 72% dos profissionais estavam nessa situação.

Contudo, antes de tomar a decisão de mudar de profissão, analise se a insatisfação é gerada pela atividade realizada ou se acontece devido ao clima da organização, excesso de trabalho, falta de reconhecimento etc. Em alguns casos, a mudança de empresa pode gerar bons resultados.

No entanto, se você está desmotivado com o cargo, não sente ânimo para realizar as tarefas e quer investir sua energia em outras prioridades, talvez seja realmente o momento de pensar em fechar um ciclo e mudar de profissão.

 

Como fazer essa transição?

Iniciar em uma nova carreira leva tempo, dinheiro e dedicação, por isso, esse processo deve ser planejado com cautela. Veja algumas dicas que podem lhe ajudar nessa etapa.

Faça uma reflexão sobre sua situação atual

 

Como vimos, a insatisfação profissional deve ser avaliada com atenção. Afinal, a mudança de carreira exigirá esforço e não pode ser feita de forma precipitada.

Também é importante ver esse período como uma oportunidade de alinhar sua vida profissional com seus objetivos. Algumas pessoas acreditam que a transição de carreira é resultado de frustração ou más escolhas com a vida profissional, entretanto, é necessário entender que os objetivos de vida e interesses podem mudar no decorrer dos anos, e isso não é algo negativo.

Sendo assim, antes de começar a transição de carreira, procure definir quais são seus objetivos — se deseja abrir um negócio, ter mais tempo com a família, mais qualidade de vida, realização pessoal etc.

Analise suas qualidades e pontos fortes

Se você ainda não sabe qual será o novo rumo de sua carreira, examinar sua vida profissional vai lhe ajudar.  Você pode investir no autoconhecimento, ou contar com o apoio de um coaching para identificar seus pontos fortes e fracos, qualidades e as melhores estratégias para passar por esse período.

Analisar as competências adquiridas ao longo da vida pode ser positivo para você avançar mais rápido. Um hobby, por exemplo, tem potencial de ser tornar sua nova profissão. Já as habilidades de administração e relacionamento interpessoal, aprimoradas ao longo da carreira, são extremamente úteis para quem deseja abrir um negócio próprio.

Faça um planejamento para a transição de carreira

É preciso ter em mente que mudar de profissão pode ser um processo demorado, portanto, você deve estabelecer estratégias para isso e fazer um planejamento financeiro.

Um ponto importante é criar um plano de ação para alcançar seus objetivos. Definir onde você quer chegar, quais as estratégias e ferramentas necessárias para isso, o tempo para realizar o objetivo, entre outros aspectos.

Fazer um treinamento de coaching também pode ser positivo nessa etapa – o coach tem experiência na área e poderá orientá-lo sobre os melhores caminhos e estratégias.

A mudança de carreira requer investimentos e pode gerar ganhos mais baixos nos anos iniciais, por isso, é fundamental ter uma reserva financeira para arcar com as despesas até conseguir atingir os resultados desejados.

Se você for mudar de profissão após os 45 anos, em uma área totalmente nova, é preciso ter uma atenção maior, já que a recolocação profissional pode demorar um pouco mais a partir dessa faixa etária. Sendo assim, avalie as melhores formas de equilibrar o desejo de mudar de profissão com seu padrão de vida atual. Empreender ou trabalhar como consultor em algo que você já tenha experiência podem ser boas estratégias nesses casos. Estabelecer uma boa rede de Networking é outra atitude positiva e que ajuda a abrir portas na nova empreitada.

Você pode mudar de profissão em qualquer idade, porém, é fundamental tomar a decisão de forma consciente e realizar um bom planejamento para isso. Contar com o apoio de um coach é extremamente positivo para quem deseja mudar de carreira de forma ainda mais satisfatória. 

Tagged , , , ,

About Rogério Oliveira

Coach Executivo e de Vida Internacional certificado pela Illuminata/ICC (International Coaching Community). Practitioner em PNL Sistêmica certificado pela Illuminata/Lambent do Brasil. Sócio-diretor da Megaplay Coaching. Empreteco (SEBRAE/SP) e empresário, atuando há mais de 20 anos como empresário, gestor e líder.
View all posts by Rogério Oliveira →